Pular para o conteúdo principal

Atrações turísticas na Ilha de Paquetá.

Conheça alguns pontos turísticos na Ilha de Paquetá : Ponte da Saudade, Pedra da Moreninha, Pedra dos Namorados, Solar Del' Rey, Casa de José Bonifácio, Casa da Moreninha, Cemitério dos Pássaros, a Maria Gorda da Ilha de Paquetá, Capela de São Roque, e o Parque Darke de Mattos. Ponte da Saudade. Localização: Praia José Bonifácio. Conta à lenda que: o escravo João Saudade da nação Benguela todas as noites dirigia-se ao cais, onde rezava diariamente para reencontrar sua família que ficara na África. Trata-se de um píer por aonde chegavam os escravos africanos, após um período de quarentena na Ilha de Brocoió cuja lenda originou essa denominação. Canhão do Século XIX. Localização: Praia dos Tamoios, o canhão, tem uma placa que diz "Daqui este canhão saudava a chegada de D.João VI". O canhão foi encontrado próximo à Praça Bom Jesus. No entanto não está escrito na placa em que local era esse de onde se saudava o Imperador. Vale, no

Morro Pendura a Saia. Ilha de Paquetá.

Pendura a saia.


A comunidade do "Pendura Saia"
ocupa uma pequena parte do Morro do Vigário
na parte sul da Ilha de Paquetá
com entrada pela Praia Manoel Luís

Hoje eu vou queimar o pé
vou beber todas,
nas biroscas do lugar.
Disse-que-disse, deixa quem quiser falar
Mostrando o "Pendura Saia"
hoje vamos lembrar os precurssores
que marcaram esse chão
desde de Aniceto até os dias atuais.

Dona Marcela, Dona Néia
e várias figuras populares
vivendo num cénário de cartão postal
vislumbrando a baía de Guanabara,
o Pão de açucar, o Cristo Redentor.

Essa aquarela me seduz
Essa força me conduz
O mar, a Lua, o Sol, a Luz.

Tá gostoso!!!.
A galera da galhofa
é fofóca, é rádio, é povo.

Existe um sonho, uma esperança...
nas crianças a brincar....

Parte da letra de um samba
dos compositores Jorge Camburão e Sereno
tendo como tema a comunidade paquetaense
do "Pendura Saia"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Horários das Barcas para Paquetá.

Horários das barcas para a Ilha de Paquetá. Barcas e catamarãs que saem da estação das barcas na Praça XV, no centro da cidade do Rio de Janeiro, em direção a estação das barcas da Ilha de Paquetá e o preço das passagens. Barca em direção a Praça XV Horários das barcas e catamarãs: Rio-Paquetá, Paquetá-Rio, e o preço das passagens. *Horários de carga. RIO x PAQUETÁ - Segunda a sexta. Saída: 04:00 - 06:20* - 09:00 - 13:30* 16:00* - 18:30 - 20:50 - 23:10 PAQUETÁ x RIO - Segunda a sexta. Saída: 05:10* - 07:40 - 10:50* 14:30* - 17:20 - 19:40 - 22:00 RIO x PAQUETÁ - Sáb,dom e feriados. Saída: 04:00 - 07:00 - 10:00 - 13:00 - 17:00 - 22:00 PAQUETÁ x RIO - Sáb, dom e feriados. Saída: 05:30 - 08:30 - 11:30 - 14:30 - 18:30 - 23:30 O preço das passagens das barcas e catamarãs que fazem o trajeto Rio-Paquetá, Paquetá-Rio são: De segunda a sexta. Rio x Paquetá.......Tarifa: R$ 6,90. (unitário) Paquetá x Rio.......Tarifa: R$ 6,90. (unitário) Sábados, Domingos e

Praias da Ilha de Paquetá.

Praias de Paquetá. Conheça todas as praias de Paquetá Da Imbuca ao Catimbáu: Saindo da estação das barcas da ilha e seguindo os caminhos que te levarão a recantos bucólicos, de paz e tranqüilidade. Iniciaremos pela praia da Imbuca, situada na parte sul da ilha, entre a praça dos Atobás e a ponta da Imbuca, abrangendo as praias Moema e Iracema. É um Recanto de beleza rara. Praia da Imbuca. Da ponta da Imbuca até ao local conhecido como "cocheiras" conheceremos a Praia Manuel Luís, antiga Praia dos Frades ponto de reunião de pescadores nativos da ilha e moradores das comunidades do " Pendura a saia " e das "Cocheiras", como são conhecidas popularmente essas comunidades pelos moradores da Ilha de Paquetá, alem de moradores de outros pontos da ilha que simpatizam com esse tranquilo recanto. Praia Manuel Luís (antiga Praia dos Frades). Partindo do Parque Darke de Mattos até a Ponte da Saudade, temos a antiga praia da Guarda, atual

A "Maria Gorda" da Ilha de Paquetá.

BAOBÁ. O Baobá é uma árvore que vive de três a seis mil anos, originária da África , onde é considerada sagrada. É a árvore nacional de Madagascar e o emblema nacional do Senegal. Representa preservação e é objeto de cultos religiosos. É citada pelo escritor francês Antoine de Saint Exupéry em seu mais famoso romance ‘ O Pequeno Príncipe ’. Bernard de Jussieu , médico e botânico francês (1699-1777), deu-lhe o nome Adansonia em homenagem a Michel Adanson (1727-1806), botânico e explorador conterrâneo, que primeiro a descreveu quando encontrada no Senegal. É uma árvore curiosa que chega a alcançar até 25 metros de altura com um tronco cujo diâmetro pode chegar a mais de 7 metros, com a capacidade de armazenar até 120.000 litros de água dentro de seu tronco. No Brasil , são poucos os exemplares de baobá , todos trazidos pelos sacerdotes africanos e plantados em locais específicos para o culto das religiões de seu continente de origem. Segundo o